Como cuidar de um paciente frágil?

Cuidados com a pele e
prevenção de úlceras por pressão



Pessoas com idade avançada (idosos), com edema (inchaço), que ficaram internados por muito tempo e sofreram perda muscular significativa, apresentam maior risco para o aparecimento de lesões pelo corpo, que são as chamadas de “úlceras por pressão”. Os pacientes que transpiram muito ou permanecem em contato com umidade excessiva também estão propensos a desenvolver lesões de pele.

As áreas do corpo com proeminências ósseas podem ter maior contato com a superfície do colchão ou da cadeira, e estão predispostas ao aparecimento de lesões. Destacamos abaixo, duas imagens que ilustram as áreas do corpo com proeminências ósseas:

úlceras por pressão

Essas áreas destacadas necessitam de maior cuidado para evitar o surgimento de lesões, principalmente se o indivíduo permanece muito tempo sentado ou deitado em uma única posição. Uma outra situação que pode resultar em microlesões na pele é quando a pessoa se “arrasta” pela cama.

Existem algumas dicas para evitar úlceras por pressão ou lesões na pele desse paciente frágil:

  1. Evitar permanecer sentado ou deitado na mesma posição, por muito tempo;
  2. Quando estiver deitado, evite arrastar-se pela cama para mudar de posição;
  3. Desenvolver uma rotina diária de avaliação do corpo (durante o banho, por exemplo) para identificar se existe alguma área em sofrimento, ou seja, avermelhada ou iniciando uma lesão;
  4. Realizar mudança de decúbito (mudança de posição) a cada duas horas para aliviar as áreas de pressão e diminuir o risco de lesões relacionadas ao posicionamento;
  5. Evitar permanecer muito tempo sentado assistindo TV ou mexendo ao celular pois, com isso, você pode se esquecer de mudar de posição por longo período.

Para aliviar a pressão em algumas regiões do corpo:

  • Utilizar travesseiros entre as pernas;
  • Apoiar a panturrilha para elevar o calcanhar e evitar o contato com o colchão;
  • Apoiar a cabeça em travesseiros;
  • Mudar de lado a cada duas horas.

Manter a hidratação da pele também pode prevenir o aparecimento de lesões. Os hidratantes que contém ureia em sua composição possuem maior poder de hidratação e podem ser utilizados uma vez ao dia, após o banho. Entretanto, é preciso ter cuidado ao passar o hidratante evitando pressão excessiva na pele, de modo que deve ser feito delicadamente. A hidratação oral também auxilia na manutenção de uma pele hidratada então, se possível, tente ingerir pelo menos 2 litros de água por dia.

Para quem utiliza fraldas, é importante realizar a troca frequente delas, evitando o contato com urina ou fezes por muito tempo. A umidade causada pela urina ou fezes facilita o aparecimento de lesões nas regiões da virilha e sacral. Além disso, quando o tempo está muito quente, mesmo que não haja eliminações na fralda, pode haver um microambiente de calor e umidade, sendo necessário manter a virilha sempre seca. Neste caso, procure trocar a fralda se houver umidade por alta temperatura.

Se possível, opte pela utilização de sabonetes neutros, evitando aqueles com perfume muito forte ou coloridos, pois pode conter componentes químicos que causam irritação na pele.

Utilize água morna ou fria durante o banho, pois a água quente pode causar microlesões na pele, facilitando o aparecimento de úlceras.

Manter uma dieta equilibrada e rica em proteínas pode auxiliar na prevenção de lesões da pele.

Por fim, para os pacientes que têm redução da mobilidade e permanecem deitados por muito tempo, a utilização de colchão pneumático evita pressão excessiva na pele, prevenindo lesões.


Download PDF

Fato ou Fake sobre prevenção de lesões do paciente pós-sepse:


  • O meu avô ficou sentado por 6 horas na cadeira da sala assistindo televisão. No dia seguinte, percebi que apareceu uma lesão no glúteo (a região ficou muito vermelha e quente) e acredito que a lesão foi causada por ele ter ficado sentado muito tempo em uma única posição. Fato ou Fake?
  • A hidratação da pele com creme vai deixar a pele úmida e pode favorecer o aparecimento de lesões no corpo. Fato ou Fake?
  • Eu comprei coxin de plástico para colocar embaixo do quadril do meu pai e prevenir lesões. Fato ou Fake?
  • A minha mãe está com o calcanhar vermelho depois de ter ficado deitada e com o calcanhar apoiado no travesseiro. A lesão foi causada pelo travesseiro que fez pressão no calcanhar. Fato ou Fake?
  • O meu pai diz que ficar deitado em uma única posição para assistir televisão na cama não causa lesão no corpo. Fato ou Fake?
  • Eu sempre procuro deixar o lençol que minha mãe dorme sempre esticado e sem dobraduras para evitar marcas na pele dela causadas pelo lençol “embolado” embaixo do corpo. Fato ou Fake?
O meu avô ficou sentado por 6 horas na cadeira da sala assistindo televisão. No dia seguinte, percebi que apareceu uma lesão no glúteo (a região ficou muito vermelha e quente) e acredito que a lesão foi causada por ele ter ficado sentado muito tempo em uma única posição. Fato ou Fake?

Fato. Os pacientes que tiveram sepse e têm alta hospitalar apresentam perda de massa muscular em todo o corpo e não podem ficar sentados em uma única posição por muito tempo porque têm alto risco de terem lesão no corpo. O ideal é que o paciente mude a posição em que está sentado ou deitado a cada 2 horas para evitar lesões no corpo.

A hidratação da pele com creme vai deixar a pele úmida e pode favorecer o aparecimento de lesões no corpo. Fato ou Fake?

Fake. A hidratação do corpo é importante para evitar o ressecamento da pele. O ideal é que o paciente passe creme hidratante uma vez ao dia para hidratar o corpo. A ingestão de água também contribui para a hidratação adequada da pele.

Eu comprei coxin de plástico para colocar embaixo do quadril do meu pai e prevenir lesões. Fato ou Fake?

Fake. A presença do coxin pode aumentar a pressão na área do quadril e favorecer o aparecimento de lesões. O ideal é fazer a mudança de posicionamento do corpo a cada 2 horas para prevenir lesões. 

A minha mãe está com o calcanhar vermelho depois de ter ficado deitada e com o calcanhar apoiado no travesseiro. A lesão foi causada pelo travesseiro que fez pressão no calcanhar. Fato ou Fake?

Fato. O calcanhar é um região do pé que tem proeminência óssea e o contato com o travesseiro por muito tempo causa uma pressão no local. Essa pressão pode resultar em aparecimento de lesões. O ideal é sempre deixar o calcanhar suspenso e com pouco contato com os travesseiros. A mudança de posição também alivia a pressão no calcanhar.

O meu pai diz que ficar deitado em uma única posição para assistir televisão na cama não causa lesão no corpo. Fato ou Fake?

Fake. É muito importante que se faça a mudança de posicionamento na cama a cada duas horas. Ficar deitado em um único lado por aumentar a pressão em áreas de proeminência óssea e isso causar o aparecimento de lesões no corpo. Oriente o paciente sempre a mudar de lado enquanto estiver assistindo televisão.

Eu sempre procuro deixar o lençol que minha mãe dorme sempre esticado e sem dobraduras para evitar marcas na pele dela causadas pelo lençol “embolado” embaixo do corpo. Fato ou Fake?

Fato. O lençol da cama deve sempre estar esticado e sem dobraduras para que a paciente possa se deitar em cima do lençol. O lençol dobrado e embolado embaixo do corpo do paciente pode causar marcas na pele e resultar pequenas lesões de pele. Além disso, é muito desconfortável deitar em cima de lençol embolado.


Carolina Braga de Resende
COREN-MG: 316.324

Carolina Braga de Resende

Enfermeira da UFMG desde outubro/2011, com experiência em terapia intensiva, unidade clínica cirúrgica e promoção à saúde do trabalhador.
Enfermeira do protocolo de sepse do Hospital das Clínicas da UFMG (período 2016 a março de 2019).
Graduada em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da UFMG (formatura: julho/ 2011).
Mestre em Ciências da Saúde: Infectologia e Medicina Tropical pela Faculdade de Medicina da UFMG (formatura em 2014).
Doutora em Ciências da Saúde: Infectologia e Medicina Tropical pela Faculdade de Medicina da UFMG (formatura em 2018).
Revisora da Revista Mineira de Enfermagem (REME).

Copyright © Reabilita Sepse 2022